BLOG OMMAR

Chegada de empreendimentos de grandes marcas ao sul da ilha confirma o desenvolvimento da região

Praias, lagoas, ambientes propícios à pratica de diversos esportes e a natureza preservada atraem anualmente para o sul da ilha pessoas em busca de qualidade de vida. Já é sabido que, nos últimos anos, a região está recebendo investimentos em infraestrutura, no sistema viário e no saneamento básico tanto da Prefeitura da Capital quanto do Governo do Estado, a exemplo da terceira pista da SC-405.

De olho no desenvolvimento da região e consolidando esse crescimento, grandes marcas também chegaram e outras já anunciaram sua chegada ao sul da ilha. É o caso de megastores como a maior loja de departamentos do país, a Havan e do supermercado Fort Atacadista. São centenas de empregos, que serão reforçados com o novo terminal do Aeroporto Hercílio Luz, previsto para julho de 2019. O Multi Open Shopping + Offices, inaugurado no início deste ano, conta com mais de 155 salas, cinema, estacionamento, além de lojas, praça de alimentação e espaços para eventos (foto). O local já se tornou ponto de encontro entre os moradores do entorno e o objetivo é que, com médicos, dentistas, advogados e uma variedade de empresas instalando-se ali, não seja mais necessário ir ao centro da cidade em busca de serviços.
 
Apesar de importantes empreendimentos verticais na região central do bairro Campeche, que procuram manter o estilo de vida do lugar, o sul da ilha preserva sua vocação de residenciais unifamiliares, ou seja, casas. E o crescimento imobiliário acompanha essa preferência. Condomínios de casas com soluções ecoeficientes, infraestrutura sustentável como o reaproveitamento da água da chuva, grandes espaços de lazer, muita segurança e até mesmo padrão de resort, estão surgindo na localidade, evidenciando esse crescimento. 
 
O Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis - IPUF, atento à preservação das APPs - Áreas de Preservação Permanente,  está apertando a fiscalização e tem embargado e até mesmo derrubado construções irregulares, sem autorização e em áreas proibidas, o que tranquiliza quem busca investir em locais de crescimento ordenado, diferentemente de outras localidades da cidade. Com uma população de 64 mil pessoas, o sul da ilha de Florianópolis passa por um significativo crescimento urbano, imobiliário e econômico e a transformação que acontece nesse momento no sul da ilha, confirma o potencial de investimentos previsto para a região. 
 
 

Publicado: 13 de Agosto, 2018