BLOG OMMAR

Conheça as 10 melhores praias do sul da Ilha de Florianópolis

Uma academia ao ar livre, um refúgio para os dias difíceis, um ambiente descontraído para o happy hour ou o cenário ideal para o começo de alguma história... As praias nunca são só um presente da natureza para quem mora perto delas. Esse “quintal” privilegiado com areia fofa, ondas, brisa do mar e todo tipo de atrativos pode ser incorporado à rotina dos moradores e acaba traduzindo – e marcando -- o lifestyle local. Nesse ponto, Florianópolis não decepciona: são mais de 40 praias. Já imaginou morar próximo a alguma delas?

Selecionamos, a seguir, as dez melhores do sul da ilha:

#1. Campeche

Esportistas e aventureiros são atraídos por essa praia de faixa larga de areia e fortes ventos que formam boas ondas para o surfe. Além de dunas e trilhas, o Campeche oferece passeios para a ilha homônima, localizada a 1,5 Km da praia e considerada, desde o ano 2000, Patrimônio Arqueológico e Paisagístico Nacional. Ao desembarcar por ali, os visitantes podem mergulhar nas águas calmas e transparentes ou explorar os costões, morros, sítios arqueológicos e monumentos rochosos pela Mata Atlântica para encontrar inúmeras inscrições rupestres.

#2.Morro das Pedras

O mar agitado bate nas pedras de um costão e cria um belo cenário - que atrai surfistas para as ondas ou os olhares curiosos da Casa de Retiro Vila Fátima, que fica no alto de um morro bem em frente e funciona como um mirante. Os banhistas da região aproveitam a proximidade para conhecer o Parque Municipal da Lagoa do Peri, onde é possível fazer caminhadas ecológicas até cachoeiras e antigos engenhos, nadar no maior manancial de água potável da Ilha ou mesmo observar o canto de alguns pássaros ameaçados de extinção.

#3. Armação

Parada obrigatória para quem gosta de pesca artesanal, a Armação é mais urbanizada do que suas colegas do sul da Ilha. Ela fica em um vilarejo que dá acesso, por uma ponte, à Praia do Matadeiro, e serve de ponto de partida para os barcos que desembarcam na Ilha do Campeche.

#4. Matadeiro

Nem as declarações de amor a essa praia feitas por algumas celebridades – como o tenista Guga Kuerten, que aparece de vez em quando por lá – foram capazes de abalar a tranquilidade do local. Matadeiro fica escondida atrás de um morro e rodeada por muita vegetação, tanto que seu acesso só pode ser feito a pé. O visual vale a caminhada: a privacidade e a natureza atraem as famílias, e o mar bravo, os surfistas. Na região, também há uma trilha para a Lagoinha do Leste, uma das praias mais bonitas de Florianópolis.

#5. Lagoinha do Leste

O acesso a essa praia é feito por trilhas – a caminhada pode durar de 45 minutos a três horas – ou por embarcações. E o que faz dela uma das mais bonitas de Floripa? Em um mesmo local, com o aspecto selvagem preservado, é possível encontrar costões com cavernas, cachoeiras, um rio que forma uma lagoinha na faixa de areia e depois desemboca no mar, mata nativa e algumas dunas.

#6. Solidão

O nome, na verdade, deveria ser sossego. Quem deseja fugir da badalação encontra nesta praia semi-deserta, cercada por morros, tanto um mar com ondas agitadas que agradam aos surfistas quanto uma piscina natural – e relaxante – formada por uma cachoeira. 

#7. Pântano do Sul

Suas águas são calmas, mas essa é uma das praias tradicionais de pescadores, com areia dura e escura, é procurada muito mais por seus bares e restaurantes e por quem aprecia a gastronomia local do que por banhistas. Ainda assim, a paisagem é uma das mais bonitas da ilha.

#8. Ribeirão da Ilha

Essa praia é batizada com o nome do distrito em que está localizada e é conhecida por ser um acervo histórico, marcada especialmente por arquitetura e construções centenárias. As águas calmas e as características do mar favoreceram a produção de ostras na região.

#9. Açores e Naufragados

Ambas têm em comum o acesso difícil, que as torna o destino de aventureiros adeptos ao trekking. É no caminho pelas trilhas que levam até essas praias ou as cercam que são encontradas toda a diversão e a beleza locais. Ao redor de Açores, caminhadas ecológicas em meio à Mata Atlântica levam a outras praias de vegetação intactas e frequentadas por pescadores, como a do Saquinho. Já os que partem para Naufragados encontram ruínas histórias, riachos, canhões e um farol de 1861.

E você, já conhece esses paraísos manezinhos? Em qual dessas praias gostaria de morar? Conte pra gente pelos comentários. 

 

 

Publicado: 19 de Setembro, 2016